7 TOP dicas de etiqueta a mesa – por Claudia Matarazzo

etiqueta

1- Quando começar a comer? – se você está sentado em uma mesa com oito ou menos convidados, espere até que todos sejam servidos e a anfitriã (ou o dono da casa) comece a comer ou pelo menos que dê o sinal antes de  degustar seu prato. Já, em uma longa mesa de banquete, não há problema em começar quando várias pessoas já estão sentadas e servidas.

2- O que não vai a mesa – em uma mesa, não devem ser vistos nem estar presentes itens que não têm a ver com comida e a decoração. Assim, devem permanecer de fora: chaves, bolsas, óculos de sol e, especialmente, telefones e tablets.

3- Para recusar vinho: não explique muito e nem se desculpe porque você não bebe. Basta colocar as pontas dos dedos na borda do copo e dizer “Não hoje, obrigado”. Isso não implica julgamento daqueles que desejam beber.

4- Super Barman: a maneira certa de espremer um limão em sua bebida é usando a mão para proteger o limão quando você apertá-lo. Assim você não atinge seu vizinho inadvertidamente. Parece bobagem, mas quando acontece é muito desagradável – para ambos….

5- Passando um alimento a mesa – se alguém pedir que passe a salada ou o saleiro não aproveite para servir-se antes. É um gesto rude de gula. Só faça isso se tiver muita intimidade – e ainda assim, peça licença e seja rápido.

6- Para pedir mais – se  a comida estiver sobre o bufê, não tem problema servir-se de mais. Mas é delicada esperar que todos já tenham ser servido e inclusive já estejam quase terminando – para não dar a impressão de voracidade e gula… Se for um serviço a francesa o garçom deveria passar uma segunda vez. Se não o fizer você pode indicar discretamente  a dona da casa ou anfitrião que adorou e que gostaria de mais um pouco – ele vai apreciar.

7- Posso levar para casa? – estava uma delícia e sobrou muita coisa… Mas é preciso saber quando levar as sobras: se estiver com amigos ou família, em um restaurante não há problema em pedir para embalar o que sobrou para viagem.  Mas não é o caso de fazer isso em um almoço ou jantar de negócios. Já, na casa de alguém nem pense em pedir: só se a dona da casa oferecer e insistir.

claudia matarazzo
por Claudia Matarazzo – jornalista & Escritora

Especialista em etiqueta e comportamento. Trabalhou por anos na Editora Abril recebendo o Prêmio Abril de Jornalismo. De lá, migrou pra a televisão onde apresentou por anos, em várias emissoras, programas de Variedades, Moda e Entretenimento.

 

 

Fonte/Crédito: www.claudiamatarazzo.com.br
Foto: Reprodução/Ilustrativa

Sobre o autor

Posts Relacionados

Deixe um comentário

*