Baile de Carnaval do Belmond Copacabana Palace homenageou as Gueixas e Sabrina Sato brilhou como rainha

02 Capa Sabrina Sato e Andrea Natal-0540

Sabrina Sato, rainha do baile, e Andrea Natal, diretora do Belmond Copacabana Palace Hotel

Nesse ano de 2017 o tradicional Copa homenageou as gueixas, suas tradições e o estudo milenar da cultura, arte e dança. Promovido pelo hotel Belmond Copacabana Palace, no Rio de Janeiro, o evento que aconteceu no sábado de carnaval, dia 25 de fevereiro, tinha hora para começar, às 22 horas, mas não para acabar. “Todo ano a festa dura ate de manhã e esse ano com a Sabrina no posto de rainha, não foi diferente.” contou Andrea Natal, diretora do Belmond Copacabana Palace.

Andrea também disse que já “namorava” a Sabrina para ocupar esse almejado posto de rainha do baile há alguns anos. Mas as agendas nunca conciliaram. Quando o convite foi aceito, a inspiração no Japão foi natural. Para Andréa Natal, diretora-geral do hotel, o Carnaval é uma das festas mais bonitas do mundo, e o objetivo do baile do Copa é exaltar ainda mais essa energia que toma conta da cidade e de todo o país durante esta época do ano.

“Já homenageamos a China, a África, a Espanha, a Grécia e este ano mostramos as tradições, encantamentos e belezas das Geishas. A influência japonesa está muito presente aqui através da cultura, culinária e alegria dos povos. Nosso intuito foi de presentear turistas e cariocas com uma grande homenagem”, completa. Dando início às celebrações do Carnaval – considerado a maior festa popular do mundo –, o Baile do Copa comemorou a 24ª edição e faz parte do calendário oficial de eventos da cidade. 01 Anderson Pinheiro, Sabrina Sato e Duda

O colunista social Anderson Pinheiro, com o casal Sabrina Sato e Duda Nagle

Os salões do Golden Room, Frontais e Nobre tiveram a decoração assinada pelo incrível carnavalesco, cenógrafo e figurinista Mario Borriello. Formando em Belas Artes e Desenho Industrial, Mario já contribuiu para diversas escolas de samba como Salgueiro, União da Ilha e Império Serrano. Como carnavalesco, foi campeão do carnaval de 1993 pelo Salgueiro e ganhou o prêmio “Estandarte de Ouro” na categoria “Melhor Enredo” com o samba “Peguei um Ita no Norte”, mais conhecido como “Explode Coração”. Depois de meses de pesquisa, Mario conheceu muitas das tradições milenares, elegância e gentileza do povo japonês.

“O Belmond Copacabana Palace escolheu esse tema já que o Brasil conta com a maior colônia japonesa do mundo, e é durante o Carnaval que os povos se misturam celebrando a alegria e fazendo uma linda festa”. Logo na chegada, os convidados caminhavam por um “Tori”, pórtico vermelho que representa a passagem do mundo real para o espiritual. Em seguida, uma vitrine de uma casa de chá e um gigante jardim japonês com arvores cerejeiras tomavam conta da varanda do hotel.

Nos salões, esculturas típicas de budas, leões com pedras douradas e dragões suspensos impactaram o público. Foram cerca de 1.200 cordões com origamis, 500 lanternas japonesas e centenas sombrinhas nos tons predominantes – vermelho, laranja e amarelo.

O publico foi mesmo ao delírio na área da varanda, com a animação total do DJ Papagaio seguido do Baile do Lampreia. O DJ que já é habitue nas festas do Copa, como sempre agitou os jovens. Rodrigo Lampreia convidou Késia Estácio, participante do The Voice, para cantar com ele no palco, parte do seu repertório.

No farto buffet ficou a cargo do chef-executivo do Copa, David Mansaud. Foram 400kg de camarão, 14 mil peças de sushi/sashimi e 5 mil unidades de um chocolate feito com limão yuzu (ícone-curinga da culinária japonesa) e molho shoyu. O próprio chef David, após voltar de viagem pela França em janeiro deste ano, se encantou por Design e resolveu, ele próprio, se arriscar em algumas criações, como suportes feitos de madeira e pedra ardósia preta para apoio de doces e comidinhas.

Em 2017, a coroa de rainha do Baile do Copa foi entregue para ninguém menos do que a musa nipônica Sabrina Sato, que já é considerada uma rainha do carnaval brasileiro. Sabrina recebeu o título que já pertenceu à beldades como Marina Ruy Barbosa, Grazi Massafera, Luiza Brunet, Luana Piovani, Guilhermina Guinle, Sheron Menezes, dentre outras.

A rainha Sabrina Sato chegou por volta da meia noite usando uma fantasia de gueixa contemporânea, com direito a decote, ombreiras generosas e um superleque. A criação é de Henrique Filho, com styling de Yan Acioli e beleza assinada por Henrique Martins. O look toda de preto também é uma mistura da gueixa tradicional com samurai.

Foi simplesmente, incrível! Confira cliques!

Fotos: Miguel Sá

Sobre o autor

Posts Relacionados

Deixe um comentário

*