COBERTURA! Confira flashes do Baile de Carnaval do Belmond Copacabana Palace 2018 no Rio

01 Andrea Natal e Anderson Pinheiro

Andrea Natal, diretora geral do Belmond Copacabana Palace, e Anderson Pinheiro, colunista social, durante o baile

Esse ano, o tradicional Baile do Copa teve como tema Gipsy Folie e as tradições ciganas. Promovido pelo hotel Belmond Copacabana Palace, no Rio de Janeiro, o evento contou a atriz Isis Valverde no posto de rainha. O evento foi realizado no último sábado, dia 10 de fevereiro.

A musa Isis Valverde, considerada uma das principais atrizes brasileiras, honrou o título e foi uma das mais animadas da festa. A rainha entrou no baile com dançarinos ciganos, dançando, realizando um cortejo e tocando pandeiro, instrumento tradicional da cultura.

Diversas celebridades marcaram presença no evento como Christian Loubutin, Luiza e Yamin Brunet, Bárbara Fialho, modelo angel da Victoria Secret, José Fidalgo, ator da Globo, as modelos Fernanda Motta e Renata Kuerten e o chef do Masterchef Erick Joaquim.

O responsável por contar a história da cultura Gipsy nos salões do Copa – Golden Room, Nobre e Frontais – foi o carnavalesco, cenógrafo e figurinista Mario Borriello. A decoração chamou muito a atenção dos convidados, já que os salões estavam repletos de rosas, cartas de baralho cigano e bolas de cristal com efeitos óticos. Ao entrar no baile, todos viveram uma verdadeira passagem no tempo para o mundo cigano.

O Baile do Copa contou com diferentes atrações durante toda a noite. O tradicional Cordão da Bola Preta, que completa 100 anos em 2018, animou a festa tocando um vasto repertório de marchinhas e sambas enredos. Na varanda, a cantora Priscila Luz deu um show exclusivo de música baiana intercalando com o DJ Papagaio, que não deixou ninguém parar de dançar por um minuto.

No farto buffet elaborado pelo chef-executivo do Copa, David Mansaud, os detalhes rústicos de madeira acompanharam o banquete de antepastos, estações de saladas, pratos quentes e sobremesas. Alguns dos pratos mais elogiados da noite foram o ceviche, torta de brie com damasco e ravióli de queijo de cabra. Na varanda havia uma enorme estação de churrascos defumados, onde carnes eram servidas na hora.

Sobre o Baile

Realizado tradicionalmente aos sábados de carnaval, o baile do Copa conta com presenças marcantes desde seu início. O hotel, inaugurado em agosto de 1923, abriu suas portas para o primeiro baile de carnaval em fevereiro de 1924. Jayne Mansfield, em 1959, causou sensação quando a alça de seu vestido se soltou. Brigitte Bardot foi uma das atrações em 1964. Este baile comemorava o quarto centenário do Rio, com decoração de Júlio Senna em sete salões – representando as ruas do Rio Antigo. Cento e oitenta músicos se revezaram sem interrupção nesta ocasião. No júri, além de BB, Porfírio Rubirosa e Elza Martinelli. Em 67, o júri foi presidido por Gina Lollobrigida. Mas o baile do Copa teve outras presenças memoráveis, entre as quais: Orson Welles, Ginger Rogers, Mary Pickford, Joan Fontaine, Rhonda Fleming, Walter Pidgeon, Lana Turner, Ann Miller, Zsa Zsa Gabor, Kim Novak, Romy Schneider, Kirk Douglas e Rita Hayworth, que chegou a desfilar pelo salão fantasiada de baiana. Em 1973, o baile do Copa deixou de ser realizado pelo hotel. Sua reedição oficial aconteceu 20 anos depois, quando a nova direção percebeu a necessidade de recriar um luxuoso baile. Este teria que ser à altura das melhores tradições do carnaval do Rio e honrando a nobre história do próprio hotel.

 
Fotos: Miguel Sa e Bruno Ryfer

 

Sobre o autor

Posts Relacionados

Deixe um comentário

*