Cuidador de idosos: profissão em destaque

Cuidadores de Idosos

O Brasil está envelhecendo. Segundo dados da última Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), de 2013, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), houve um aumento de 10,8% de pessoas com 70 anos ou mais entre 2011 e 2013. Além disso, estudo mais recente da Organização Mundial da Saúde destaca que o número de brasileiros com mais de 60 anos vai dobrar nas próximas décadas, serão quase 70 milhões de idosos até 2050.

Com o envelhecimento da população, os cuidados com saúde e bem-estar são redobrados e a profissão do cuidador de idoso ganha, cada vez mais, fôlego no mercado. Hoje, com a possibilidade de qualificação na área, o profissional pode desenvolver sua carreira trabalhando tanto na casa do acompanhado quanto em asilos, hospitais, casas de saúde, spas, clubes, instituições de longa permanência, clínicas, entre outros estabelecimentos.

Sandra Aparecida Marcolino, por exemplo, cursou Cuidador do Idoso no Senac Franca há cinco anos e, desde então, vem colhendo bons frutos da profissão. Atualmente, é chefe dos cuidadores no Lar Dona Leonor. “Antes, trabalhava em uma fábrica de calçados, mas sempre quis atuar no cuidado da terceira idade. Então fiz o curso no Senac e fui em busca de oportunidades. Há quatro anos sou chefe dos cuidadores de idosos no Lar e comprovo a cada dia que é preciso ter amor pelos atendidos. Faltam profissionais atenciosos no mercado”, diz Sandra.

O trabalho em equipe também é ressaltado pela profissional. “A qualificação é uma excelente aposta, pois oferece rico conteúdo e boas práticas. O cuidador tem uma responsabilidade muito grande, por isso é preciso saber o que se faz. Outro ponto imprescindível é saber trabalhar em equipe, para a garantia do melhor atendimento aos idosos”, explica.

“Capacitar profissionais ou familiares para o cuidado afetuoso de idosos, com estímulos que favoreçam o envelhecimento ativo e digno, é um dos objetivos de formação propostos pelo Senac”, afirma Leandro D’Arco, gerente da unidade Franca. “A necessidade de apoio às famílias que precisam se ausentar por causa de trabalho ou demais compromissos impulsiona a ascensão da profissão”, completa.

Somente neste início de ano, o Senac recebeu mais de 15 vagas para cuidadores, que ficam expostas no mural da instituição para os alunos acompanharem. Diante desse cenário, a unidade iniciará nova turma do curso Cuidador de Idoso em 23 de maio.

Durante as aulas, os estudantes desenvolverão conhecimentos como: legislações que dão suporte à saúde e bem-estar da pessoa idosa; mitos e verdades do envelhecimento; conceitos de senilidade e senescência;  alterações fisiológicas que acometem o idoso; cuidados com a pele; higiene oral e corporal do atendido; comunicação e relacionamento interpessoal nas relações sociais e profissionais; e saúde e segurança do trabalho.

Para Lina Célia Teixeira, coordenadora da área de saúde e bem-estar do Senac, aqueles que optarem por seguir no setor devem considerar o afeto e a paciência com os idosos. “É fundamental gostar do que se faz. Nessa profissão, os vínculos afetivos contam muito. Respeito, carinho e atenção são essenciais com os atendidos”, afirma Lina.

Interessados no curso devem ter, no mínimo, 18 anos e o ensino fundamental completo. Inscrições pelo Portal Senac: www.sp.senac.br/franca ou pessoalmente na unidade. Outras informações pelo telefone (16) 3402-4100. As vagas são limitadas.

 
Foto: Divulgação/Ilustrativa

Sobre o autor

Posts Relacionados

Deixe um comentário

*