Entidades da região recebem R$ 6 mi em recursos do Banco do Brasil

banco-do-brasil

Diversas entidades de Ribeirão Preto e região receberam um presente de final de ano do Banco do Brasil. O BB divulgou na terça-feira, dia 27, os projetos selecionados para receber o repasse de recursos de incentivos fiscais no âmbito do Fundo da Infância e Adolescência (FIA) e do Fundo Nacional do Idoso. Somente nas cidades atendidas pela Superintendência Estadual SP Norte, que abrange as regiões de Ribeirão Preto, Franca, Limeira, São Carlos e São José do Rio Preto, foram 21 projetos atendidos, somando valores que ultrapassam os R$ 6 mi. (veja lista dos projetos abaixo e em anexo)

A escolha teve como premissa beneficiar instituições reconhecidas por serem referências no tratamento do câncer no país, além da excelência no campo das pesquisas e protocolos de atendimento. O Hospital do Câncer de Barretos, considerado centro de referência nacional em tratamento oncológico e o mais moderno da América Latina, vai receber o maior aporte, cerca de R$ 5,3 milhões.

Na região, a cidade que possui a maior quantidade de projetos escolhidos é Ribeirão Preto, com 8 entidades beneficiadas.  A liberação destes recursos deve ocorrer nesta semana, mediante apresentação dos documentos solicitados pelo banco às instituições e ao Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e Adolescentes de cada cidade atendida.

Compromisso Social

O BB encerrará 2016 com um volume recorde de repasses para programas com ênfase no combate ao câncer. O valor desembolsado de R$ 30 milhões beneficiará 153 projetos em todo o país e será abatido do imposto devido pelo banco. Pela legislação atual, as empresas podem destinar até 1% do imposto que devem recolher para programas e projetos de caráter público, entre eles estão os vinculados ao Fundo dos Direitos da Criança e do Adolescente (FIA), Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica (Pronon) e ao Fundo dos Direitos do Idoso, selecionados pelo BB.

Desde 2003, quando o BB iniciou a destinação de recursos para o FIA, foram liberados R$ 85,6 milhões para esses fundos. A partir de 2014, o Banco ampliou o escopo da destinação da renúncia fiscal para a atenção oncológica e o apoio aos idosos. O dinheiro é usado no apoio a projetos de proteção, garantia e defesa dos direitos da infância e da adolescência, em instituições sociais que contam com o trabalho voluntário de funcionários do Banco do Brasil da ativa e aposentados.

O diferencial é que a maioria desses projetos são indicados por funcionários do Banco, inscritos no Programa de Voluntariado da empresa. São os funcionários do BB  ajudando a zelar pelo sucesso do investimento, desde o planejamento até sua execução.

 

Foto: Reprodução/Ilustrativa

Sobre o autor

Posts Relacionados

Deixe um comentário

*