Escola pública de Franca recebe atividades culturais de fotografia

Alunos fotografam e escrevem sobre meio ambiente, composições que se tornam uma exposição ao final do projeto

Nos dias 28 e 29 de outubro (nesta segunda e terça-feira), a rotina da Escola Estadual Homero Alves será diferente. Além dos cadernos, papeis e canetas, os alunos utilizarão uma nova ferramenta de aprendizado: a fotografia. O Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, e Tonin, Evasola e Flormel e Simone Araújo apresentam o projeto Humanizando Relações, em parceria com a ONG ImageMagica.

Durante o circuito cultural e artístico, os educadores ensinam aos participantes técnicas de fotografia, como luz e enquadramento, que são aplicadas na saída fotográfica. Cada aluno fotografa e escreve uma mensagem para o futuro. Tal atividade estimula o senso crítico dos participantes ao abordar responsabilidades como cidadania e consciência ambiental, reforçando a importância que eles têm para a construção de um futuro melhor.

Para conhecerem ainda mais de perto o universo da fotografia, os alunos entram na câmara escura, ambiente que simula o interior de uma câmera de verdade. Lá, eles conseguem entender sobre como as imagens são formadas nas câmeras e em seus próprios olhos. É um momento inspirador.

Ao final, uma exposição composta pelos olhares dos alunos é feita na escola. As fotografias e legendas criadas por eles podem ser vistas por todos e inspirar ainda mais pessoas a olharem o mundo de um jeito diferente.

Serviço:
Local: Escola Estadual Homero Alves
Datas: 28 e 29 de outubro de 2019
Endereço: Rua Voluntários da Franca, 2127 – Centro, Franca/SP, 14400-490

Fotos: Camila Pasin

Sobre o autor

Posts Relacionados

Deixe um comentário

*