Espumante é pra comemorar! – por Claudia Matarazzo

espumante

É isso aí. Desde que o brinde seja feito com alegria, tranbordando de expectativas pairando no ar e a perspectiva da realização de desejos e sonhos. Nesta época do ano, pelo menos uma taça é essencial.

Você merece – se não puder beber os de boa qualidade, é melhor não faze-lo. Parece uma e enorme frescura mas não é. Quem experimentou os bons champanhes (e devemos chamar de Champanhe apenas aqueles fabricados na região de Champagne na França) sabe que não é a mesma coisa.

Em tempo: todos os outros vinhos espumantes não devem ser chamados de champanhe – uma vez que tem outra denominação de origem.

Alguns critérios – se você é o dono da casa e quer pedir aos amigos que tragam uma garrafa para brindar, não há o menor problema. Apenas, especifique qual estará usando para que não haja mistura de sabores. (Há os secos, meio secos, os doces, etc.)

E – importante – peça para trazer a garrafa já gelada pois ainda que você o gele no freezer e dificilmente seu refrigerador poderá acomodar a todas em dia de grande festa.

Ao tirar do freezer – coloque direto em uma champanheira – recipiente alto e fundo com espaço para acomodar uma ou mais garrafas. Serve seu balde gelo, se for o caso. Mas é importante colocar gelo até a metade e pelo menos dois copos de água para formar uma manta bem gelada sobre as garrafas que lhes mantenha a temperatura por algum tempo,

Para abrir – socialmente é infinitamente mais charmoso abrir a garrafa discretamente.

Uma dica: para que não estoure, basta incliná-la e girar a garrafa, não a rolha. E lembre-se: se a espuma transbordar é porque provavelmente a bebida não estava suficientemente gelada.

As taças – devem ser de vidro ou cristal. Plástico não é a mesma coisa e só se justifica em eventos mais comerciais… Podem até ser bonitinhas e “parecer cristal”. Mas o tato é quase tão importante quanto o paladar, portanto, peso importa, assim como a textura e a sensação de frescor do cristal ou vidro junto a boca.

Um truque – se sobrou um pouco na garrafa e você quiser guardar o precioso líquido para o dia seguinte, deixe a garrafa na geladeira com o cabo de uma colher ou qualquer acessório de prata enfiado no gargalo – ajuda a manter a efervescência, por pelo menos 24 horas.

Mas, quer saber? Porque não continuar a tomar e aproveitar até a última gota naquele momento?

claudia-matarazzo
por Claudia Matarazzo – jornalista especialista em etiqueta e comportamento, membro da tradicional família Matarazzo

 

Fonte: www.claudiamatarazzo.com.br
Fotos: Reprodução/Ilustrativa

Sobre o autor

Posts Relacionados

Deixe um comentário

*