Natal! Como integrar o funcionário temporário à equipe para oferecer melhor experiência de compra ao consumidor e aumentar as vendas

É importante que o profissional se sinta familiarizado com a cultura da empresa, adaptado à equipe e motivado para passar segurança e confiança durante o atendimento

A contagem regressiva para o Natal já começou. A pouco menos de 60 dias da principal data para o comércio, os empresários se preparam para aquecer as vendas. Para atender a grande demanda de compras gerada nesta época – em novembro ainda tem a Black Friday -, muitas empresas recorrem aos trabalhadores temporários. Mas, nesta corrida contra o tempo, é possível treinar o novato para manter a excelência no padrão de atendimento e oferecer melhor experiência de compra ao consumidor?

Quem responde a questão é Jean Dunkl, especialista em gestão estratégica de negócios e sócio-fundador da CPD Consultoria Empresarial, empresa que atua em Franca e região. “Sim. É fundamental essa integração do funcionário temporário com a cultura organizacional da empresa. Afinal, o comerciante contrata um desconhecido para exercer uma função extremamente importante: lidar com o cliente, seu maior ativo”, ressalta.

Segundo Jean, manter o padrão de qualidade dos serviços prestados é o grande desafio para as empresas nesta época. “O trabalho será por pouco tempo, mas um funcionário despreparado, sem conhecimento e com postura inadequada, pode encerrar uma relação de confiança e credibilidade que demorou anos para ser construída com o cliente”, avalia.

De acordo com pesquisa feita pela CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) e pelo SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito), as contratações de trabalhadores temporários no varejo e no setor de serviços devem somar 103 mil vagas em todo o país neste final de ano. Entre as funções mais procuradas estão as de ajudante (31%), vendedor (26%), balconistas ou atendente de loja (9%), motorista (6%), caixa (4%) e estoquista (4%).

“A maior parte das vagas é para atendimento direto ao cliente. Por isso é importante que o funcionário temporário se sinta familiarizado, integrado à equipe e motivado para garantir uma excelente experiência de consumo em sua atuação. Por outro lado, para este profissional, é uma grande chance de mostrar o seu valor e buscar sua efetivação. Com comprometimento, engajamento e dedicação ele pode contribuir positivamente com os resultados da empresa e começar 2020 empregado”, diz Jean.

Dicas para integrar o funcionário temporário à equipe

– Fale sobre a cultura organizacional, a missão, a visão e os valores da empresa;

– Forneça o “Manual de Boas Práticas e Conduta” da empresa;

– Faça uma ambientação sólida, explique sobre o mercado, os concorrentes, o segmento, o cenário e o posicionamento da empresa;

– Mostre a importância da função a ser desempenhada e como ela contribuirá para alcançar as metas estabelecidas pela empresa no período;

– Faça um treinamento ensinando sobre a postura e o comportamento da empresa na hora de atender o cliente. Faça um roteiro sobre o processo de vendas: abordagem, sondagem, proposta de valor, negociação e fechamento;

– O temporário precisa conhecer todos os produtos oferecidos para fazer a melhor proposta ao cliente, independente do segmento que a empresa atua. Por exemplo, se é uma loja de roupas, ele precisa saber os modelos, as cores, os tamanhos, a especificação técnica, entre outros;

– Disponibilize um material acessível com informações como condições de pagamentos, prazo de entrega, garantias e pós-venda, para garantir agilidade e independência à sua equipe;

– Faça o entrosamento do temporário com a equipe de trabalho;

– O ideal é que o temporário tenha pelo menos 1 semana de imersão antes de ir para a linha de frente, podendo observar a área de operação;

– Indique um vendedor que seja agradável, que tenha disposição e boa vontade para ser seu “padrinho”, dando suporte e esclarecendo as dúvidas;

– Reconheça o bom desempenho com feedback positivo, gerando estímulo e proatividade.
Fonte: CPD Consultoria

Foto: Robert Kneschke

Sobre o autor

Posts Relacionados

Deixe um comentário

*