Projeto Guri entrega à Acif, sua mantenedora, mapeamento cultural de Franca

Documento apresenta um levantamento dos equipamentos culturais, bens do patrimônio material, expressões do patrimônio imaterial e artistas de Franca


Aluna de canto coral Joyce Morais, pres. ACIF, Tarciso Bôtto, Coordenadora do Polo Giovana Ribeiro, Raquel Castro educadora e regente de Canto Cora

A coordenação do Projeto Guri Polo ACIF – Franca entregou, no último dia 29, o Mapeamento Cultural de Franca à sua mantenedora, a ACIF (Associação do Comércio e Indústria de Franca). No documento consta o levantamento e registro dos equipamentos culturais, bens do patrimônio material, expressões do patrimônio imaterial, artistas locais dentre outras propriedades que compõe a história do município.

Para que o mapeamento fosse construído, alunos do Projeto Guri Polo ACIF-Franca e suas famílias responderam a questionários que sondaram quais eventos, festivais, clubes esportivos, comidas, lendas e etc. eram por eles lembrados de imediato. Cavalhadas, Hallel, Sesi Franca Basquete, Filé a JK e Água da Careta são alguns exemplos dos itens mencionados pela maioria.

Presidente da ACIF, Tarciso Bôtto e a Coordenadora do Polo ACIF Franca do Projeto Guri, Giovana Ribeiro

“O mapeamento faz parte do projeto Trilhas Culturais que propõe o envolvimento dos alunos, coordenação e educadores no levantamento da cultura local”, afirmou a coordenadora do Polo ACIF – Franca, Giovana Ribeiro. “A ação foi muito além do preenchimento dos questionários, pois propusemos atividades de aprofundamento nos resultados como, por exemplo, o convite ao artista Enrico Nery, um dos artistas mais citados nos questionários, para um bate papo com os alunos. Também visitamos o Clube da Francana, um dos nomes mais citados do tema esportivo.”

De acordo com a educadora e regente do canto coral, Raquel Castro, o trabalho despertou nos alunos um olhar diferente sobre a cultura da cidade. “Ouvi de alunos que, ao sentarem com suas famílias para responderem aos questionários, ouviram dos pais histórias que não conheciam sobre a cidade”, disse. “Respondi com o meu pai, que conhece a cidade muito bem, e achei a ideia muito boa. Eu não conhecia a história da água da Careta, por exemplo, que diz que quem dela bebe não vai embora de Franca”, completou a aluna de canto coral, Joyce Morais, de 15 anos.

A Lasep (Liga de Assistência Social e Educação Popular), parceira do Projeto Guri  – Polo Luteria, também recebeu de presente um mapeamento para expor. Válido ressaltar que este trabalho está inserido nas metas do Planejamento Estratégico do Projeto Guri e contempla os territórios em que atua.

“Ficamos impressionados com o trabalho com o qual fomos presenteados. O Mapeamento traz à tona a riqueza cultural de Franca e a eterniza com sensibilidade e beleza”, disse o presidente da ACIF, Tarciso Bôtto.

Fotos: Acif/Divulgação

Sobre o autor

Posts Relacionados

Deixe um comentário

*