Região Turística Lagos do Rio Grande, cuja base é Franca, terá o seu próprio Circuito Regional

Coma finalidade de atender as diretrizes do programa de Regionalização do Turismo, criado em 2003 pelo Ministério do Turismo,  e cumprindo exigências da Secretaria de Turismo do Estado, representantes da RT – Região Turística Lagos do Rio Grande,  composta por 16 municípios entre eles Franca, o maior e melhor estruturado -, deu a largada nesta última terça-feira (04) para a criação de um organismo regional com personalidade jurídica, para gerenciar o desenvolvimento do Turismo.

Em reunião realizada pelo Google Meet, empresários do setor, poder público e lideranças regionais, participaram entusiasmados com a possiblidade de criação do Circuito Turístico, cujo  objetivo principal é fomentar o profissionalismo do turismo regional para estimular e fortalecer o fluxo turístico nos municípios, gerando emprego, renda e contribuindo para a melhoria da qualidade de vida nas comunidades envolvidas.

“A criação do Circuito Turístico é uma reivindicação antiga e até mesmo um sonho. Vê-lo se concretizando é muito gratificante, especialmente porque sabemos da força do Turismo enquanto fator de desenvolvimento social e econômico”, afirma Rosana Branquinho, presidente do Comtur – Conselho Municipal de Turismo de Franca (representando o UniFacef) e responsável pela articulação do encontro.

O reitor do Uni-Facdf, prof. Dr. José Alfredo de Pádua Guerra, participou do encontro e reafirmou a relevância do movimento para a dinâmica regional: “O momento é de somar esforços para buscar vias que orientem a retomada da economia e o Turismo é, sem dúvida, uma delas”,destacou.

Presentes também os gerentes regionais do Sebrae Franca, Vinicius Agostinho, do Senac – Felipe Vianna e da Acif – Cláudia Neves, além de empresários do setor de hospedagem, alimentação e agências de turismo receptivo.

Entre outras funções, o Circuito coordena o levantamento dos Inventários Turísticos, orienta a formatação de produtos, capacita os profissionais que atuam no setor através de diagnósticos setoriais, oficinas, consultorias empresariais, missões técnicas, elaboração de projetos e captação de recursos para a melhoria da infraestrutura turística.

O Estado de São Paulo possui  ao todo quarenta em nove (49) Regiões Turísticas, que reúne em seu território várias modalidades de turismo, entre eles, o de negócios, religioso, histórico-cultural, de pesca, ecoturismo e náutico.

Neste momento, a Setur-SP, trabalha com os Circuitos Turísticos afim de definir as linhas de atuação para a retomada do Turismo. Foram divididas em cinco temas: Planejamento e Gestão da Retomada, Governança Participativa e Colaborativa, Inteligência Turística e Inovação, Fortalecimento Regional e Local do Turismo e Marketing Turístico.

A próxima reunião virtual ficou marcada para o dia 19 de Agosto e interessados em participar devem entrar em contato com o telefone (16) 9118-1030.

Imagem: Divulgação

Sobre o autor

Posts Relacionados

Deixe um comentário

*