Sete dicas para você utilizar o 13º salário de maneira inteligente

Os trabalhadores que possuem carteira assinada recebem no fim do ano o tão esperado 13º salário. Lucas J. M. Santos, professor de Contabilidade do Centro Universitário Estácio Ribeirão Preto, dá dicas para utilizá-lo da melhor forma, sem comprometer orçamento  do início do ano.

1) Quite suas dívidas, mas não todas

A primeira coisa que você deve fazer é quitar as dívidas. Dê preferência a pagar as contas com juros mais altos e que podem crescer de forma rápida devido ao crédito especial. Também merecem atenção àquelas que podem gerar corte de serviços como água, luz, telefone, entre outras.

Para não usar todo o 13º quitando dívidas, trace um planejamento financeiro de forma que você tenha o controle delas. Separe uma parte do montante para quitar as contas de maior urgência, aquelas que estão tirando seu sono e mantenha somente as parcelas que não comprometem o seu orçamento.

2) Economize, invista, reserve dinheiro para emergências

Reserve parte do seu 13º para aplicações e outros tipos de investimentos, o que pode ser muito útil no caso de alguma eventualidade (problemas no carro, de saúde, necessidades financeiras de algum parente ou amigo próximo, entre outros). Se ainda não tem, crie um fundo de emergência para situações inesperadas e reserve parte do 13º para essa finalidade.

3) Janeiro chega com mais contas

Os I´s estão aí. Lembre-se dos diversos gastos a sua espera no início do ano seguinte como IPTU e IPVA, que são cobrados a partir de janeiro. Por que não reservar parte desse do 13º para o pagamento dessas dívidas à vista?
Dessa forma, você conseguirá descontos e não terá seu orçamento comprometido durante o primeiro semestre.

4) Férias

Além de garantir algumas reservas para prioridades financeiras – como dívidas e contas de início de ano – você também pode aproveitar o seu 13º salário para garantir o lazer da sua família, com uma viagem de férias, por exemplo.
Nesse caso, planejar-se com antecedência é uma das melhores formas de economizar. Por isso, pesquise, pergunte e procure por dicas para organizar sua viagem e economizar, desde a hospedagem até os passeios.

5) Pagamentos à vista

Pagar em várias parcelas é um dos principais vilões do controle financeiro, pois pode comprometer boa parte de seu salário e em alguma eventualidade você poderá se encontrar em maus lençóis.

Aproveite o seu 13º para colocar a vida financeira em dia e comece desde já a fazer pagamentos à vista. Outra vantagem de quem usa este tipo de pagamento é a grande possibilidade de negociação no preço e conquista de descontos.

6) Fim de ano. Festanças e presentes.

Se você estiver com as contas em dia e seu orçamento estiver em controle, você pode aproveitar esse dinheiro para comprar os presentes para o fim de ano, mas lembre-se de não exagerar no gasto.
Economizando de tempos em tempos, os rendimentos resultarão em um valor alto e a festa pode ser tão boa quanto. Também vale a pena pesquisar na hora de fazer as compras dos presentes e dos itens da ceia, que podem ter uma variação gigante de uma loja para a outra.

7) Que venha 2019 e novos projetos

Se você está planejando começar seu próprio negócio, fazer um intercâmbio, comprar a casa própria ou trocar de carro, por exemplo, seu 13º pode ajudar a realizar este tipo de projeto.

Investir em seus sonhos e projetos pessoais, familiares e profissionais é extremamente importante. Então, não deixe de poupar e investir uma parte do seu 13º salário pensando no seu futuro.

 

Foto: Ilustrativa/Reprodução

Sobre o autor

Posts Relacionados

Deixe um comentário

*