De peixaria a posto de combustíveis, Mercadão traz diversidade a Franca

Franca - SP 11/08/2017 - Mercadão de Franca - Obras -  Fernando Brígido, diretor do Mercadão. As obras no prédio que abrigará o Mercadão de Franca estão em ritmo acelerado. As equipes têm trabalhado nos três turnos no imóvel na Avenida Hélio Palermo, na Vila Nicácio, onde era a antiga fábrica Samello e que dará lugar ao novo empreendimento na cidade. Com investimentos de R$ 2 milhões, o Mercadão será inaugurado no dia 28 de novembro, aniversário da cidade, e já contabiliza a venda de 70% dos boxes comerciais.  Marcos Limonti / TRIELE

Fernando Brígido, diretor do Mercadão de Franca

As obras no prédio que abrigará o Mercadão de Franca estão em ritmo acelerado. As equipes têm trabalhado nos três turnos no imóvel na Avenida Hélio Palermo, na Vila Nicácio, onde era a antiga fábrica Samello e que dará lugar ao novo empreendimento. Mais da metade dos boxes comerciais está construída, segundo os responsáveis. “A instalação é muito rápida. Eles fazem seis unidades por dia. A estrutura usada é bastante prática e funcional”, afirma Fernando Brígido, diretor do Mercadão.

Com investimento de R$ 2 milhões, o Mercadão será inaugurado no dia 28 de novembro, aniversário da cidade, e já contabiliza a venda de 70% dos boxes comerciais. “O interesse das pessoas superou as expectativas. Comercializamos mais da metade dos espaços em pouco mais de um mês, após o lançamento, quando as vendas se intensificaram. Franca não tem esse tipo de empreendimento, tenho certeza que a cidade comporta um mercadão. A cidade já teve um, há 40 anos, e tinha uma movimentação muito grande”.

Franca - SP 11/08/2017 - Mercadão de Franca - Obras -  Fernando Brígido, diretor do Mercadão. As obras no prédio que abrigará o Mercadão de Franca estão em ritmo acelerado. As equipes têm trabalhado nos três turnos no imóvel na Avenida Hélio Palermo, na Vila Nicácio, onde era a antiga fábrica Samello e que dará lugar ao novo empreendimento na cidade. Com investimentos de R$ 2 milhões, o Mercadão será inaugurado no dia 28 de novembro, aniversário da cidade, e já contabiliza a venda de 70% dos boxes comerciais.  Marcos Limonti / TRIELE

Inicialmente a previsão era construir 220 boxes, mas alguns empreendedores decidiram integrar espaços e o número foi alterado para 180 unidades. O Mercadão oferecerá a Franca e toda região um leque variado de produtos; entre eles choperia, cafeteria, hamburgueria, pastelaria, confeitaria e chocolateria. Na área externa, serão construídos o posto de combustíveis, pet shop, peixaria, padaria, farmácia e academia cross fit.

Antônio César Barci comandará a peixaria Sr. Peixe, que já está em construção. O proprietário quer priorizar a venda de produtos frescos e variados. “Nosso pensamento é trazer para Franca uma peixaria diferenciada, que ainda não existe na cidade. Queremos ter como base peixarias de fora, com o conceito do Mercadão de São Paulo. Vamos oferecer peixes de água salgada, doce, frutos do mar e uma ampla cartela de vinhos”, disse.

O empresário está otimista por integrar a lista de comerciantes do Mercadão. “Ficamos muito motivados com a proposta do empreendimento, porque reúne no mesmo espaço vários segmentos. A pessoa vai comprar o peixe, mas poderá comprar um queijo, tomar café, um lanche, então vai trazer o público de Franca e da região”, disse Antônio, que contratará inicialmente seis funcionários.

Franca - SP 11/08/2017 - Mercadão de Franca - Obras -  As obras no prédio que abrigará o Mercadão de Franca estão em ritmo acelerado. As equipes têm trabalhado nos três turnos no imóvel na Avenida Hélio Palermo, na Vila Nicácio, onde era a antiga fábrica Samello e que dará lugar ao novo empreendimento na cidade. Com investimentos de R$ 2 milhões, o Mercadão será inaugurado no dia 28 de novembro, aniversário da cidade, e já contabiliza a venda de 70% dos boxes comerciais.  Marcos Limonti / TRIELE

Franca - SP 11/08/2017 - Mercadão de Franca - Obras -  As obras no prédio que abrigará o Mercadão de Franca estão em ritmo acelerado. As equipes têm trabalhado nos três turnos no imóvel na Avenida Hélio Palermo, na Vila Nicácio, onde era a antiga fábrica Samello e que dará lugar ao novo empreendimento na cidade. Com investimentos de R$ 2 milhões, o Mercadão será inaugurado no dia 28 de novembro, aniversário da cidade, e já contabiliza a venda de 70% dos boxes comerciais.  Marcos Limonti / TRIELE

VENDAS:

Os boxes comerciais são padronizados e possuem três opções de tamanho. Ainda restam cerca de 30% de espaços disponíveis e voltados para o setor de alimentação. Os interessados em montar seu negócio no Mercadão devem apresentar o projeto na sede, na Vila Nicácio. A pessoa deve ir pessoalmente para conhecer o showroom, saber mais detalhes do projeto e ter ideia de que tipo de negócio pode montar. “A ideia é conhecerem o Mercadão. Discutimos o projeto proposto com cada interessado. Costumamos, inclusive, fazer sugestões para que agreguem novos produtos. Sendo do ramo de alimentação, podem nos procurar”, disse Fernando.

O atendimento é feito de segunda à sexta-feira, das 8 às 18 horas, e aos sábados, das 8 às 13 horas.

A expectativa é a de que o empreendimento gere em média 2.500 empregos diretos e indiretos.

 

Fotos: Marcos Limonti

Sobre o autor

Posts Relacionados

Deixe um comentário

*