Grêmio de funcionários da Acif se mobiliza em prol do Outubro Rosa

Com a ajuda da comunidade, grupo pretende arrecadar lenços, chapéus e perucas para pacientes do Hospital do Câncer de Franca – (Foto: Ilustrativa/Divulgação)

O Grêmio Amizade dos Funcionários da Acif (Associação do Comércio e Indústria de Franca), o GAFA, promoverá arrecadação de lenços, chapéus e perucas em prol do Outubro Rosa: campanha nacional que propõe a participação popular no controle do câncer de mama. A comunidade poderá contribuir com a com a ação, intitulada ‘”Lenço Solidário”, até o dia 31 deste mês.

“Em evento recente promovido pelo GAFA, ouvimos depoimento de quem já superou um câncer de mama e entendemos que a autoestima é um fator importante no processo de recuperação. Isto nos sensibilizou a ponto de promovermos a ação”, afirma a presidente do GAFA, Marilda Caetano. “Os adereços serão entregues a pacientes do Hospital do Câncer por meio do Centro de Voluntários da Saúde de Franca.”

Os interessados em contribuir devem entregar sua doação na sede da Acif ou na unidade II do Uni-Facef durante os horários de atendimento ao público. A Acif fica na Rua Monsenhor Rosa, 1940, no Centro, e funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h. Já a unidade II do Uni-Facef está localizada na Av. Dr. Ismael Alonso y Alonso, 2400, e receberá as doações também de segunda a sexta-feira, das 8h às 22h, na recepção.

Sobre o câncer de mama no Brasil e em Franca

De acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer “José Alencar Gomes da Silva”, para o Brasil, estimam-se 59.700 casos novos de câncer de mama, para cada ano do biênio 2018-2019, com um risco estimado de 56,33 casos a cada 100 mil mulheres.

“Sem considerar os tumores de pele não melanoma, esse tipo de câncer também é o primeiro mais frequente nas mulheres das Regiões Sul (73,07/100 mil), Sudeste (69,50/100 mil), Centro-Oeste (51,96/100 mil) e Nordeste (40,36/100 mil). Na Região Norte, é o segundo tumor mais incidente (19,21/100 mil)”, afirma o site oficial do instituto.

Ainda de acordo com a fonte, “estima-se que por meio da alimentação, nutrição e atividade física é possível reduzir em até 28% o risco de a mulher desenvolver câncer de mama.” Também é considerado um fator protetor a prática da amamentação.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, atualmente, Franca possui cem pacientes em tratamento quimioterápico em razão do câncer de mama e outros mil em fase pós-cirúrgica e tratamento hormonal de recuperação.

Sobre o autor

Posts Relacionados

Deixe um comentário

*