“Na sua festa dá pra carregar celular?” – por Claudia Matarazzo

Claudia Matarazzo

Uma das coisas que vem fazendo diferença nas festas não é a qualidade da comida, decoração ou música – mas, acreditem, o fato de oferecer ou não as torres para carregar o celular.

É isso aí: no final do dia e noite adentro, a probabilidade de acabar a bateria dos smartphones é maior e, com tantos selfies por postar, ninguem quer ficar desconectado. Daí o enorme sucesso dos lounges em festas devidamente equipados por torres de energia.

E, como são monstrengos pouco elegantes e nem um pouco glamurosos, os decoradores já trataram de dar uma enfeitada nas peças: em alguns casos estão camufladas entre orquídeas de seda (com a manipulação das flores para conectar os cabos, as flores naturais sofrem e se estragam).

Já vi também uma estação de energia disfarçada entre uma simpática (mas falsa) treliça verde, e em outro caso, em um casamento ela estava entre laços de tule (ok, concordo que ficaria melhor natural: nua e fria em seu glorioso metal branco)…

Mas os esforços para disfarçar a ivasão da tecnologia em nossa vida vão além: vejam a solução dada para ” esverdear” a antena de celular na linda Reserva Ecológica do Paiva em Recife: quase dá pra acreditar que é uma variação da Palmeira Imperial….

Claudia Matarazzo 2
Fonte: claudiamatarazzo.com.br
Fotos: Divulgação/Ilustrativas

Sobre o autor

Posts Relacionados

Deixe um comentário

*