Prefeitura de Franca realiza experiência de higienização Ultravioleta

Dando cumprimento as determinações do prefeito Gílson de Souza, de realizar manutenções de limpeza periódica nas repartições públicas de maior fluxo de pessoas, desde o início da pandemia (com uso de água e cloro em especial), a Prefeitura realizou ontem, quarta-feira uma experiência diferente. A partir dessa prática aplicada em vagões do metrô em São Paulo, a Secretaria de Saúde achou por bem fazer uma demonstração piloto de higienização e esterilização com radiação Ultravioleta nas dependências do Pronto Socorro de Referência ‘Dr. Álvaro Azzuz’, em um ônibus da empresa São José, em uma ambulância e também no setor de dispensação de medicamentos no NGA-16.

Esse trabalho havia sido previamente preparado para a manhã e por volta das 10 h teve início, pela recepção e demais dependências do Pronto Socorro. Um equipamento móvel dotado de lâmpadas ultravioleta passou a ser deslocado nos locais indicados pelas equipes, realizando a higienização de maneira ágil e prática, sem deixar nenhum tipo de resíduo.

O coordenador de Saúde, Luiz Carlos Vergara, ao lado das equipes do Pronto Socorro receberam os profissionais encarregados e observaram atentamente toda a movimentação, cujos resultados serão objeto de uma análise futura. Dependendo das avaliações a intenção é adquirir os serviços e passa a fazer essa higienização com certa periodicidade, conforme tem recomendado o prefeito Gílson de Souza, pois os objetivos é de primeiro proteger a saúde das pessoas e neutralizar a disseminação do vírus.

A desinfecção que chegou a ser anunciada para as UPAs foi transferida para uma outra ocasião. Por indicação das equipes da Secretaria de Saúde, foram feitas demonstrações do uso da radiação ultravioleta numa ambulância de transporte interno de pacientes, segundo técnicos por ser um veículo muito propício a contaminações e no Núcleo de Gestão Assistencial (NGA).

Fotos: Divulgação

Sobre o autor

Posts Relacionados

Deixe um comentário

*