Sindifranca é finalista de prêmio da Fiesp

O Sindifranca (Sindicato da Indústria de Calçados de Franca) é um dos cinco finalistas do Prêmio Melhores Práticas Sindicais da Federação de indústrias de São Paulo (Fiesp). O projeto “Palestra Informativa sobre Dados Econômicos para Negociação Salarial 2016” concorre na categoria “Negociação Coletiva” e foi selecionado entre 155 outras iniciativas.

O prêmio tem como objetivo reconhecer ações e projetos desenvolvidos pelos sindicatos, buscando seu fortalecimento e aumento do associativismo. As melhores práticas inscritas foram escolhidas por uma comissão julgadora, composta por instituições parceiras do Sistema Fiesp.

Segundo a organização, a análise do ganhador será feita considerando critérios como originalidade, criatividade, inovação, integração e relacionamento com o setor e a sociedade, impacto do resultado na imagem da entidade, sustentabilidade financeira, relação custo benefício, além de indicadores quantitativos como aumento de associados, entre outros. Os vencedores receberão troféu, diploma e prêmio ainda a ser definido. A cerimônia de premiação acontece no dia 17 de novembro, na sede da Fiesp, em São Paulo.

O projeto

A palestra que dá título ao projeto apresentado pelo Sindifranca foi realizada no dia 8 de março de 2016 como parte de uma iniciativa maior para proporcionar às empresas associadas e não associadas conhecimentos e elementos necessários para tomada de decisões referente a índices para a correção salarial da categoria.

O primeiro passo do projeto consistiu no recebimento da pauta de reivindicações e avaliação dos itens apresentados, ou seja, os pedidos que envolvem tanto partes econômicas como sociais. Em seguida foram realizadas duas reuniões: uma com a diretoria do Sindifranca para traçar estratégias de negociação e outra com os associados em assembleia para apresentação de dados estatísticos do setor.

De acordo com o presidente do Sindifranca, José Carlos Brigagão do Couto, com essas informações, foi organizado um encontro entre os empresários calçadistas de Franca e dois gerentes da Fiesp: Guilherme Moreira, do Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos; e Marco Aurélio Vizioli, do Departamento Sindical.

Na oportunidade, foram apresentados os cenários econômicos do setor nacional, estadual e municipal, com análises e dicas de outras negociações e decisões tomadas por outras categorias em outras bases territoriais, dando uma visão geral para os empresários sobre as tendências para fechamento de acordos.

“Este trabalho foi fundamental para nortear os rumos da negociação coletiva, dando elementos para que os industriais pudessem opinar sobre os índices e chegar a um acordo com o sindicato dos sapateiros”, disse Brigagão.

jose-carlos-brigagao-do-couto-falou-aos-empresarios-no-dia-da-palestra
José Carlos Brigagão do Couto falou aos empresários no dia da palestra

o-economista-guilherme-moreira-do-departamento-de-pesquisas-e-estudos-economicos-da-fiesp-durante-palestra-no-sindifranca

O economista Guilherme Moreira, do Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos da Fiesp, durante palestra no Sindifranca

 

Fotos: Divulgação

Sobre o autor

Posts Relacionados

Deixe um comentário

*